Sejam Bem Vindos...


Este Blog foi criado para compartilhar a palavra de Deus...
Se você está passando por momentos dificeis saiba:
Você está Em Obras!
Deus não te abandonou... Ele está trabalhando em teu favor...
Somente confie e descanse no Senhor...
Que Deus te abençoe em cada palavra e renove tuas forças para sempre estar firme nas promessas que Ele nos fez...


Translate

domingo, 31 de outubro de 2010

Tolerando o Pecado

 

E disse Dalilla: “Os filisteus vêm sobre ti, Sansão! Despertando ele do seu sono, disse: Sairei, como das outras vezes, e me livrarei. Pois ele não sabia que o Senhor se tinha retirado dele.” (Juízes 16.20)"
Vamos aprender hoje com a história de Sansão, muito rica por seus valiosos ensinamentos. Sansão foi separado para ser juiz de Israel e seu libertador das mãos dos filisteus, um homem conhecido pela sua força descomunal. Se você ler Juízes, do capítulo 13 ao 16, verá seus feitos estrondosos. Porém, o fim de Sansão foi trágico: devido aos graves delitos que cometeu durante seu ministério “o Espírito do Senhor se retira dele” (v. 20), sua força se vai... Então os filisteus o prendem e arracam-lhe os olhos. O juízo de Deus vem sobre Sansão
O que podemos aprender com estes três capítulos do livro de Juízes e com a história de Sansão? Sansão era “nazireu de Deus”, o que significa, no original, ser separado, santo, guardado do mundo, dos prazeres e da cobiça. Mas Sansão quebrou esse voto inúmeras vezes, pecando desenfreadamente. Tocando em animais mortos – o que era proibido por seu voto – mentindo várias vezes, e o seu maior problema: a prostituição, a luxúria.
Vivia se envolvendo com mulheres pagãs – ato que era proibido pela Lei, pois Sansão era israelita (Ex. 34.14-16) – Contudo, durante esse tempo, todas as vezes que os filisteus vinham, Deus era com Sansão e ele os vencia. Deus o livrava. Sansão sempre saia são e salvo, apesar de seus pecados. O que isto quer dizer? Que é grande a misericórdia de Deus, que Ele é tardio em se irar.
Mesmo com seus pecados conscientes, Deus não punia Sansão, pois esperava que ele pudesse se arrepender. Mas na altura do versículo 20, do capítulo 16, do livro dos Juízes, a misericórdia de Deus é retirada. A forca de Sansão é retirada, os filisteus o prendem, o cegam e levam-no como prisioneiro. Juizo inevitável.
O que estou querendo ensinar com tudo isso? Até quando você vai tolerar esse pecado? Até quando você vai conviver com ele, sem lutar e se esforçar para abandoná-lo? Você acha mesmo que Deus não está vendo o que você está fazendo? Você acha que Deus não está levando em conta esse pecado? Pois você está enganado! Deus sabe que pecado é... Ele o tem visto todos os dias! Será que você não está como Sansão? Já ultrapassou a sua cota? E a misericórdia de Deus pode ser retirada de você a qualquer momento, e então vir a consequência, pois em Hebreus diz: “toda transgrssao recebeu justo castigo (Hb. 2.2)”.
Meu irmão, não existe pecado de estimação. Não conviva, não ande, não se sujeite mais a esse pecado. Chegou a hora de abandoná-lo, resistí-lo, repugná-lo, antes que seja tarde demais! Não pense que Deus não está considerando tais pecados. Você, que muitas vezes vai a cultos e Deus fala com você, ou está subindo em púlpitos, pregando, ou ministrando louvor e está consciente que este pecado sobe junto com você e ainda assim o releva, lembre-se: Ele usava Sansão também, mas nem por isso o aprovou. Deus sabe aquilo que você esconde! E a qualquer hora você pode cair e ser envergonhado, envergonhando também o nome de Cristo... foi por isso que esta mensagem chegou até você: para te alertar, pois uma tragédia pode estar próxima, fruto desse pecado. Só resta uma saída para você: se arrepender de todo seu coração.
Foi o que Sansão fez, no versículo 28: “Peço-te que te lembres de mim, esforça-me agora só esta vez (...)”. Mesmo sendo tarde, ele se arrependeu, mas a consequência foi trágica, morreu com os filisteus! Não espere, como Sansão, a tragédia, se arrependa agora, de todo o seu coração, comece já, nesse exato momento, pois Deus é misericordioso para te perdoar, para te tornar alvo como a neve e para te conceder forças sobre-humans para lidar e para vencer esse pecado.
Encerro citando o versículo de Salomão: “O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia.(Pv. 28.13)”

Paulo Junior.

2 comentários:

cliqueboaleitura disse...

Confessar o pecado e deixá-lo é um ato de humilhação para quem convive com o mesmo pecado diariamente.
Mas a palavra de Deus diz o que acontece com aquele que se humilha debaixo da potente mão de Deus: por Ele é exaltado.
Mensagem forte, que em nome de Jesus siga tocando muitos corações!
Genilda Silva

cliqueboaleitura disse...

Obrigado pelo conteúdo de qualidade de seu blog! Fiz uma pequena homenagem, seu blog está na minha lista de homenageados!^^
Visite http://cliqueboaleitura.blogspot.com/ ,meus sinceros parabéns!
Genilda Silva